ACUPUNTURA CLÍNICA

A Acupuntura foi o primeiro tratamento tradicional chinês a ser conhecido no ocidente. É reconhecida pela Organização Mundial de Saúde (OMS) desde 1979.

A palavra acupuntura é originária do latim: a palavra latina Acus significa agulha; e puntura, o ato de inserir. Há mais de cinco mil anos que os chineses utilizam a acupuntura como meio para a cura e tratamento de diversos males. A técnica consiste em encontrar a harmonia do corpo e da mente através de canais, conhecidos como “meridianos”, que percorrem todo o corpo. O tratamento é feito através da inserção de finíssimas agulhas em determinados pontos dos meridianos. A estimulação desses pontos permite a activação da energia que circula ao longo desse meridiano.

A Acupuntura promove efeitos de modulação da atividade neurológica que provoca a libertação de substâncias químicas – neurotransmissores – que atuam como analgésicos,  anti-inflamatórios e relaxantes musculares.

Qual a frequência dos tratamentos?

A frequência dos tratamentos é habitualmente de uma vez por semana, porém, em casos agudos, sessões bi-semanais ou diárias podem ser necessárias. A duração do tratamento é dependente do tempo da doença: quanto mais recente, mais rápido o resultado. Algumas doenças respondem mais rapidamente que outras e depende também de cada organismo.

A Acupuntura tem efeitos secundários?

A Acupuntura não tem efeitos secundários, dependendo unicamente da química do próprio organismo como processo de cura. Além de não ter efeitos secundários, não interfere no tratamento em doentes que se encontram a fazer tratamentos quimicamente pesados pela medicina ocidental.

INDICAÇÕES

(Lista de patologias tratáveis segundo a Organização Mundial de Saúde)

Trato respiratório superior:

  • Sinusite aguda
  • Rinite aguda
  • Amigdalite aguda
  • Resfriado comum

Sistema respiratório:

  • Bronquite aguda
  • Bronquite asmática (sem complicações)

Disturbios dos olhos:

  • Conjuntivite aguda
  • Retinite central
  • Cataratas sem complicações
  • Miopia em crianças

Disturbios da boca:

  • Dor de dentes e dor pós-extração
  • Gengivite
  • Faringite aguda e crónica

Disturbios gastrintestinais

  • Espasmos do esófago e da cárdia
  • Soluços
  • Gastrite aguda e crónica
  • Hiperacidez gástrica
  • Úlcera duodenal crônica (alivio da dor)
  • Úlcera duodenal aguda (sem complicações)
  • Colite aguda e crónica
  • Disenteria bacilar aguda
  • Constipação
  • Diarreia
  • Paralisia do intestino

Distúrbios neurológicos e musculoesqueléticos

  • Dor de cabeça e enxaqueca
  • Nevralgia do nervo trigêmeo
  • Paralisia facial (estágio inicial)
  • Paralisia após derrame cerebral
  • Neuropatias periféricas
  • Sequelas da poliomielite de estágio inicial
  • Doença de Meniére
  • Disfunção neurogénica de bexiga
  • Incontinência urinária noturna
  • Nevralgia intercostal Síndrome cervicobraquial
  • Capsulite adesiva ou epicondilite lateral
  • Dor no nervo ciático
  • Dor lombar

CONTACTOS

Morada:
Avenida Bento Gonçalves 31J, Shopping Aranguês,
2910 Setúbal

Horário de consulta:
2ª a 6ª – 9h-19h
Sábado – 10h-13h
Domicílios por marcação

Telefone:
(+351) 964203498

Email:
mtc.geral@gmail.com

Facebook:
Raquel Pereira – Medicina Chinesa

MARQUE UMA CONSULTA

10 + 10 =